O FIV e o FeLV fazem parte da mesma família do vírus da imunodeficiência humana (HIV), causador da AIDS. Eles podem promover no seu gato os mesmos sintomas das pessoas acometidas pelo HIV. Ou seja, podem provocar imunossupressão, e com isso, o gato fica vulnerável a vários tipos de doença, podendo morrer por causa disso.

O FIV acomete principalmente gatos que vivem ou viveram na rua, que foram vítimas de agressão por outros gatos através de brigas. O FeLV também infecta geralmente gatos de rua, mas principalmente aqueles que vivem aglomerados com muitos gatos, pois esse vírus é transmitido através da lambedura mútua e compartilhamento de vasilhas de comida e água. Mas, é importante lembrar que não só os gatos de rua adquirem esses vírus, qualquer felino que tenha contato com gatos desconhecidos (que não se saiba se têm FIV ou FeLV), podem se infectar.

Por estar vulnerável a vários tipos de doença, o gato com FIV pode apresentar muitos sintomas diferentes, como estomatite, doenças de pele, conjuntivite, doenças respiratórias, anemia, diarréia, falta de apetite, emagrecimento, etc... Sendo que, o animal infectado tem dificuldades em se curar, mesmo com tratamento contínuo.

O gato com FeLV, além de todos estes sinais clínicos, pode apresentar também neoplasias, ou seja, câncer/leucemia, tornando assim, o caso muito mais grave. Para que seu animal tenha FIV ou FeLV, não é preciso que apresente todos os sintomas já descritos, mas muitos que estão infectados podem apresentar só alguns ou um deles, ou mesmo, não apresentar nenhum sintoma, sendo completamente saudável. Isso ocorre porque estes dois vírus têm a capacidade de causar infecção latente, ou seja, eles podem ficar “escondidos” nas células do animal por muitos anos sem se manifestarem, e até que um dia, resolvem causar a doença imunossupressiva ou neoplasias. É importante lembrar que, um gato pode ter os 2 vírus ao mesmo tempo, e mesmo assim ele pode não demonstrar doença por muitos anos.

Como FIV e FeLV provocam muitos sintomas diferentes, não específicos e muito parecidos, não é possível diagnosticar as duas doenças sem fazer o teste para estes vírus. Para isso, você deve procurar um médico veterinário bem preparado para a realização deste teste.

O FIV não tem cura e o FeLV só tem uma remota chance de cura até uma certa fase da infecção, depois não é mais possível eliminar o vírus. Mas os gatos infectados podem viver por muitos anos, de forma saudável, se a doença for controlada. Existem alguns medicamentos para isso.

FIV E FELV NÃO SÃO TRANSMITIDOS PARA OS HUMANOS OU OUTRA ESPÉCIE!

           Atenciosamente,

Drª Cynthia Brandão da Costa – CRMV:637 ES

3289-0617


 Endereço: Rua Araribóia, 568, 29100-340 - Vila Velha - ES                                                                        

© 2014 - Gatomania | All rights reserved